terça-feira, setembro 16, 2008

Invente uma palavra que diga mais que obrigado

Publico aqui um discurso que escrevi como forma de agradecimento a todos que me foram importantes durante a faculdade. Era para ser lido na minha festa de formatura, mas por algum motivo, não o fiz. Confiram:
“Um vagabundo como eu também merece ser feliz...” é o que diz a música que escolhi como tema para minha formatura.
No entanto, acho que não tinha a dimensão exata de tudo que viveria desde o dia em que escolhi comunicação social, como opção a ser cursada, até hoje. Descobri a felicidade aos poucos, em coisas simples, em momentos curtos, descobri também a intensidade de cada segundo. E hoje eu afirmo: a faculdade é a segunda melhor coisa da vida. A primeira? É perder a virgindade, claro. Essa, aliás, que caso não se perder antes de entrar na faculdade, se perde durante, com certeza.
Mas o fato é que obrigado é muito pouco para se dizer a todos que foram, de uma maneira ou de outra, essenciais durante esse período. Foram os anos em que mais cresci, amadureci e aprendi a ver mundo de outra forma e principalmente, que o mundo é bem maior e existe muito ainda a ser aprendido.
Não foram só os anos em que me tornei publicitário, foi com certeza uma importante fase da minha vida. E se não a tivesse vivido, talvez não compreenderia muitas coisas e não conheceria a felicidade de perto.
Foi com os exemplos de pessoas que admiro que mais aprendi, foram os que mais acrescentaram para o que sou hoje. Esses profissionais são muitos, porém cito três nomes, com os quais mais convivi e vi seus exemplos quase que diariamente. Uma delas, está do outro lado do atlântico, realizando seus sonhos, por isso não está presente, fisicamente, aqui. É a Melissa Bonotto, uma Relações Públicas apaixonada pelo que faz e pela vida, que deposita bondade em todas suas atitudes. Com ela aprendi, entre outras coisas, que precisamos ser éticos acima de tudo. No trabalho, sempre dedicada e comprometida, fazendo o melhor, por mais simples que esse fosse. Com certeza é um exemplo de pessoa e profissional que levo para a vida.
Uma outra pessoa, que jamais deixaria de citar, é, além de muito inteligente, muito bonita (com todo o respeito). Mas ouvia-se nos corredores do curso comentários do tipo: “nossa ela é linda, charmosa, elegante e... SUPER inteligente” sim, essa pessoa existe é a Ângela Zamin. Não fui seu aluno em sala de aula, mas tive uma oportunidade que poucos mortais tiveram, fui seu estagiário e acredite, isso faz muita diferença. A Ângela é uma dos seres que mais admiro como pessoa e como profissional, e umas das pessoas que mais tenho a agradecer, pois boa parte do que sei aprendi com ela. Se me perguntassem, não saberia pontuar uma ou duas coisas pelas quais a admiro, é pelo exemplo em si, pela inteligência, pela profissional... Ângela, obrigado por estar sempre disposta a ensinar e a ouvir... e dar broncas, quando precisava. E sim, sou teu fã assumido...
Agora, quem me mostrou que para ser publicitário não precisa usar gravatas de bichinhos, meias coloridas e all star com terno... foi a mesma pessoa que teve a paciência de ser minha orientadora: é a Nilse Malva... digo Maldaner. Desta além de grande admiração e respeito levo também uma frase: “Ok. Está bom, mas pode melhorar”, frase que também explica a dificuldade de tirar um 10 com essa professora. Mas falando sério, é um exemplo que estará sempre comigo e, principalmente, sempre aplicado ao meu trabalho.
Aos amigos, o que posso dizer? Conheci meus melhores amigos durante a faculdade. Obrigado por me agüentarem, me entenderem e estarem ao meu lado. Não adianta tentar nos enganar, vocês têm um pouco de mim, e eu, muito de vocês... isso se chama afinidade! Obrigado pela amizade, pela convivência e por tornarem a vida melhor.
E é claro que este dia não seria realidade, se não tivesse a minha família ao meu lado. Nós sabemos tudo o que aconteceu e mudou durante esses anos nas nossas vidas. Portanto, agradeço por terem acreditado no meu sonho e estarem dispostos a ajudar sempre que precisei. Sei que agora é hora de caminhar com as próprias pernas, acho que é hora de assumir a vida adulta.
Tudo bem, serei gente grande, porém andarei sempre de mãos dadas àquele menino que adorava comer fruta do pé, mas que tinha medo de subir em árvores. Que sente saudades das tardes de inverno, ao lado do fogão a lenha, ouvindo as histórias de seus avós. E falando nisso:
Existe uma pessoa para a qual quero dedicar esse dia. Ele não está aqui, pois é um senhor teimoso, cheio de manias e costumes e não gosta muito de sair de sua casa. Mas tenho certeza que está feliz e rezando por mim, que é a maneira dele de apoiar e amar seus filhos e netos.
Mas ele é o meu herói, meu exemplo de vida, de integridade, honestidade e caráter. Alguém que também me ensinou pelo exemplo, no dia-a-dia, que me ensinou valores e a importância de ser uma pessoa de bem e fazer o bem. Esse senhor é o meu vô João, carinhosamente chamado por nós de Táta, mas ele é mais do que isso, é a minha figura paterna, meu pai de coração. Por isso dedico a ele esse dia.

Com todo esse blá, blá, blá, na verdade, tudo que quero dizer é que VALEU A PENA. A caminhada toda, o aprendizado, os exemplos, os amigos, os momentos. Bom ou ruim, fácil ou difícil, rápido ou demorado, tudo, agora faz sentido, tudo valeu a pena.
Obrigado!

5 comentários:

L.Jung disse...

e cade o agradecimento ao amigo de longa data. Leonardo ?
yehehehhe abraço
mto legal o post :*

Grazi Sperotto disse...

Ai que emocionante Arion! Muito lindo mesmo, sabe que eu também tentei ensaiei um discurso e na hora não saiu como eu tinha pensado? hehe
beijão queridoooooooo

Ingrid Guerra disse...

Nossa, quase chorei... super fofo.

Eduardo disse...

"Conheci meus melhores amigos durante a faculdade. Obrigado por me agüentarem, me entenderem e estarem ao meu lado". Mas que vadio, acha que é só agradece e fica por isso mesmo? Poh passa cinqüentinha aeh po! uahauhaua. muito bom seu traste, podis cre q nos tdos (pelo menos) carrego mto q aprendi contigo, principalmente o fato d ter me tornando um vagabundo (mas não tanto que nem tu) auhauhaua. brincadeira, mas eh isso aeh maluco, prabéns pela formatura e pelo texto e pelos salgados sem ovo da formatura q eu enxi o buxo! abração!

Anônimo disse...

Aron querido...
Como sabe, comecei 2009 obssecada em buscar o sonho do mestrado, e como sou guapa, resolvi que vai ser deste lado do oceano. Estava eu navegando, a cata dos meus textos publicados em jornadas de pesquisas há anos atras, quando achei numa pesquisa do google meu nome num blog que eu não conhecia. Então, primeiro: se vc tinha me passado o endereço do seu blog e eu nunca acessei, desculpe, me perdi na correria. Se vc nunca tinha me passado (o que eu acho que aconteceu), quero te xingar, porque quero poder acompanhar seus passos da melhor maneira possível...
E segundo: MUITO OBRIGADO!!! Pode saber que era uma notie fria em Dublin, eu estava ansiosa e cansada, e ler seu texto, me encheu de ternura... Chorei... chorei de emoção... Sabe quando os olhos se enchem de lágrima porque vc não controla a emoção::: Fiquei muito feliz, obrigada! Mas lembre que estou sempre acreditando no seu potencial e que pode contar comigo HOJE e SEMPRE, FOREVER and EVER!
Aquele abraço, Mê